Deus pede estrita conta do meu tempo
É forçoso desse tempo já dá conta
Como darei em tempo tanta conta?
Eu que gastei sem conta tanto tempo?
Para ter minha conta feita a tempo?
Dado me foi bem o tempo e não fiz conta
Não quis, sobrando tempo, fazer conta
Hoje quero fazer conta e falta tempo
Oh vós que tendes tempo sem ter conta
Não gasteis o vosso tempo em passa tempo
Fazei neste tempo alguma conta.
( Laurindo Rabelo)

Belo texto! Que sirva de lição pra todos nós, que com o tempo que temos,ñ fazemos conta, e ficamos de dá conta, que não aproveitamos o tempo!!


Essa é uma homenagem a minha amada, a mulher da minha vida! Amanhã completará mais um ano de vida, te amo muito meu amor!



Meu grande amor!

Com você aprendi o que é amor, aprendi o que é ser feliz ao lado de alguém. Se um poeta do passado fosse escrever sobre você, lhe faltaria mais vidas para isso. Tenho uma sorte imensa em te ter. Você me compreende, me respeita e me ama muito. Nunca alguém me amou assim. Seria capaz de dar quantas vidas a mais eu tivesse pra te ver feliz. Só de imaginar que será minha esposa, meu coração muito se alegra. Vou parar por aqui, pois falar de você é complicado, pois fico muito emocionado. Obrigado por tudo meu amor, parabns e que Deus multiplique seus anos de vida. Felicidades!


Uma coisa que tenho percebido em algumas viagens de ônibus que tenho feito é que, algumas pessoas escutam determinados tipos de músicas numa altura absurda, no qual o estilo musical nem sempre é do agrado de todos, além de incomodar o sono do pessoal. Tem certas coisas que não podem ser compartilhadas e temos que lembrar que em um ônibus não estamos só e nem todo mundo quer ouvir o que nos agrada. Deixem de mostrar uma presença desnecessária. Então se você que está lendo esse texto, repense um pouco. USE FONES DE OUVIDO! OBRIGADO!



O fim da educação

Nelson Pretto
De Salvador (BA)

A vida de pesquisador nas universidades está ficando cada dia mais estranha. Quando comecei minha vida acadêmica no Instituto de Física da Universidade Federal da Bahia, recebi logo na chegada um lugarzinho, uma sala com ar condicionado, escrivaninha, cadeira, máquina de datilografar, um telefone - que na verdade não funcionava lá muito bem! -, papel e caneta. Os livros, estavam na biblioteca ou os comprávamos, porque também não se publicava tanto quanto hoje. Dividia a sala com mais um colega e, dessa forma, fazia minhas pesquisas sobre o ensino de ciências e dava aulas na graduação. Depois, passei a integrar o corpo docente da pós-graduação em Educação e, também por lá, sem nenhum luxo e bem menos infra, tinha as condições mínimas para pesquisar sobre a qualidade dos livros didáticos, campo inicial de pesquisa na minha vida universitária.
O tempo foi passando e a universidade foi se especializando no seu novo jeito de ser. Foi crescendo e ganhando força a pós-graduação, apareceram os grupos de pesquisas que passaram a ser cadastrados no CNPq, surgiu o Currículo Lattes - o Orkut da academia -, a CAPES intensificou a avaliação da pós-graduação e... a guerra começou. Com as demandas para a pesquisa cada dia sendo maiores e o com os recursos minguando (o Brasil investe em C&T apenas 1,2% do PIB enquanto os Estados Unidos, por exemplo, investem 2,7%), a avaliação da produtividade - palavrinha estranha no campo da pesquisa científica, não?! - ganha corpo, no Brasil e no mundo. "Publicar ou perecer" virou o mantra de todo professor-pesquisador. Mais do que isso, nas universidades não temos mais aquelas condições básicas dadas pela própria instituição já que, de um lado, ela foi perdendo cada vez mais seu orçamento de custeio e, de outro, as demandas aumentaram muito uma vez que, mesmo na área das Humanas, necessitamos de muito mais tecnologia. Por conta disso, temos que, literalmente, "correr atrás" de recursos através dos chamados editais. Assim, cada grupo de pesquisa vive em função de sua capacidade de captação de recursos - quem diria que estaríamos falando assim, não é?! - e transformaram-se em verdadeiros setores administrativos nas universidades. Demandam secretários, contadores (esses, seguramente, os mais importantes!), administradores, bibliotecários, constituindo-se em um verdadeiro aparato burocrático para dar conta das cobranças formais de cada um destes editais e de suas famigeradas prestações de contas.
Pois quando pensamos que já estávamos no limite, e os colegas Waldemar Sguissardi e João dos Reis da Silva Jr com o seu "O trabalho intensificado nas Federais" mostraram bem o fundo do poço, sabemos através do colega Manoel Barral-Neto no seu blog "Sciencia totum circumit orbem" que pesquisadores chineses estão recebendo um "estímulo" equivalente a 50 mil reais para publicar suas pesquisas nas revistas de "alto impacto" científico, a exemplo da Science. Nos comentários que se seguiram ao texto, tomamos conhecimento com a postagem de Renato J. Ribeiro que a Universidade Estadual Paulista (UNESP) está dando um prêmio de cerca de 15 mil reais para quem publicar na Science ou Nature, duas revistas de alto "fator de impacto".
Também de São Paulo outra noticia veio à tona recentemente: o resultado da última avaliação realizada pelo Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) apontou que os estudantes não se deram muito bem na avaliação de 2010. É com base no rendimento dos alunos que os professores da rede estadual paulista recebem uma gratificação - um bônus - no seu salário, num esquema denominado "pagamento por performace", implantando no Estado supostamente para "estimular" a melhoria da educação paulista. O que se viu com os últimos resultados é que essa estratégia não funcionou.
E não funcionou porque esse não pode ser o foco da avaliação da educação. A educação, em todos os níveis, precisa ser fortalecida, mas não como o espaço da competição e sim como um espaço de formação de valores, da colaboração e da ética. Em qualquer dos seus níveis, a educação precisa ser compreendida como um direito de todo o cidadão e que não pode ser trocada por uns trocados.
Lembro Milton Santos: "essa ideia de que a universidade é uma instituição como qualquer outra, o que inclui até mesmo a sua associação com o mercado, dificulta muito esse exercício de pensar". De fato, com um dinheirinho extra por cada publicação, com um novo edital disponível para o próximo projeto, com a avaliação da CAPES na pós-graduação batendo às portas, deixando todos de cabelo em pé, e com a lógica do "publicar ou perecer", parece que estamos chegando perto do fim da universidade enquanto espaço do pensar e do criar conceitos. Viramos, pura e simplesmente, o espaço da reprodução do instituído.
E isso é, no mínimo, lamentável. Na verdade, é o próprio fim da educação.


Nelson Pretto é professor e já foi diretor (2000-2004 e 2004-2008) da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia. Membro titular do Conselho de Cultura do Estado da Bahia. Físico, mestre em Educação e Doutor em Comunicação.

Texto belíssimos, um dos mais lindos que já li. Por isso resolvi deixar aqui pra vocês!



Mundo Moderno
Chico Anysio

Mundo moderno, marco malévolo, mesclando mentiras, modificando maneiras, mascarando maracutaias, majestoso manicômio. Meu monólogo mostra mentiras, mazelas, misérias, massacres, miscigenação, morticínio – maior maldade mundial.

Madrugada, matuto magro, macrocéfalo, mastiga média morna. Monta matungo malhado munindo machado, martelo, mochila murcha, margeia mata maior. Manhãzinha, move moinho, moendo macaxeira, mandioca. Meio-dia mata marreco, manjar melhorzinho. Meia-noite, mima mulherzinha mimosa, Maria morena, momento maravilha, motivação mútua, mas monocórdia mesmice. Muitos migram, macilentos, maltrapilhos. Morarão modestamente, malocas metropolitanas, mocambos miseráveis. Menos moral, menos mantimentos, mais menosprezo. Metade morre.

Mundo maligno, misturando mendigos maltratados, menores metralhados, militares mandões, meretrizes, maratonas, mocinhas, meras meninas, mariposas mortificando-se moralmente, modestas moças maculadas, mercenárias mulheres marcadas. Mundo medíocre. Milionários montam mansões magníficas: melhor mármore, mobília mirabolante, máxima megalomania, mordomo, Mercedes, motorista, mãos… Magnatas manobrando milhões, mas maioria morre minguando. Moradia meia-água, menos, marquise.

Mundo maluco, máquina mortífera. Mundo moderno, melhore. Melhore mais, melhore muito, melhore mesmo. Merecemos. Maldito mundo moderno, mundinho merda.

Pessoal como está chegando os dias dos namorados, achei bom colocar um vídeo bastante sugestivo! Quem nunca fez uma DR (Discutir a relação)? Com esse vídeo já vemos algumas diferenças consideráveis entre homens e mulheres. Elas sempre querendo carinho e atenção e nós os homens!? Vejam, pois vcs irão gostar bastante!




Nem sempre o que queremos, conseguimos.

Nem sempre o que sonhamos, se concretiza.
Nem sempre quando amamos, somos correspondidos.
Nem sempre o que se fala, é entendido.
Nem sempre o que é ruim pra mim, é o pior pra você.
Nem tudo que reluz, é ouro.
Nem sempre que se pede perdão, perdoamos.
Nem sempre chegamos aonde queríamos chegar.
Nem sempre o que falamos, é o que realmente queríamos falar.

Assim segue-se a vida, nem sempre agradaremos e nem sempre seremos agradáveis!
(Gálber S. B.)


Como lidar com crises na vida a dois


Feliz ou infelizmente, casamento e crise podem caminhar lado a lado. Não podemos manter um relacionamento duradouro se não enfrentamos as crises naturais que essa relação acarreta. Mas por que naturais? Não dá pra ter um relacionamento sem crises? Talvez alguém em algum lugar conheça um jeito, mas na minha opinião não, não dá. Relacionamento é uma coisa dinâmica, envolve duas pessoas - e as pessoas mudam constantemente. Então, as crises são decorrentes desses inúmeros momentos de mudança que a vida nos apresenta.

Não se diz que quando pensamos que encontramos todas as respostas a vida vem e muda as perguntas? Pois é, com casamento também é assim. Quando parece que encontramos uma fórmula, um jeito perfeito de nos relacionarmos com aquela pessoa com o mínimo de conflito, alguma coisa acontece pra chacoalhar a relação. Porém, a boa notícia é que é possível passar por esses momentos de maneira construtiva e criativa, sem ter que viver intenso sofrimento e dores intermináveis, mas com maturidade e equilíbrio. E o melhor é que a relação tende a sair dessas fases mais amadurecida, mais completa e mais feliz.

A importância do toque

Por mais que as famosas DRs (discussões da relação) sejam importantes, muitas vezes devemos deixar de lado os motivos de nossos conflitos com o marido ou a esposa e proporcionar momentos de contato físico, não necessariamente, nem exclusivamente, sexual.

Pequenas ações no dia-a-dia, como dançar abraçados, trocar massagens, pentear os cabelos, e esfregar as costas no banho, podem promover avanços quando horas de discussão seriam infrutíferas. Isso acontece porque quando conversamos estamos racionalizando, ou seja, trazendo razão para a troca. Mas o amor, a relação, tem que manter presente o componente da emoção também. Além disso, sabemos que "uma ação vale mais que mil palavras".

Ao fim de toda e qualquer discussão, o importante é a renovação do compromisso que aquele casal firmou em estar junto para o que der e vier. E para que a renovação aconteça, tudo que queremos saber é que amamos e somos amados pelo parceiro. E o amor que vale nessa hora é representado pela nossa atitude, ao invés de teorias e palavras.

Então confira abaixo algumas dicas que podemos colocar em prática quando sentimos que há uma tensão no ar, quando há problemas e decisões a serem tomadas, quando há insatisfação com alguma atitude ou falta de atitude do parceiro e quando há medo ou insegurança quanto ao nosso desejo ou do outro em manter a relação.

  • Encontre uma forma de ficarem a sós e coloque uma música gostosa e romântica para dançarem. Não puxe conversa, não tente resolver nem discutir nada. Apenas tire seu par para dançar. Deixem-se levar pela música, troquem afeto, carinho e calor. Se há algo importante pra ser resolvido, deixe para depois. Se você está magoado(a), esqueça o motivo por algum tempo. Se seu parceiro quer discutir, proponha a ele ou ela que deixe a conversa para outra hora. A música, o toque, o cheiro talvez lembrem vocês dois os motivos pelos quais em algum momento da vida escolheram ficar juntos.
  • Fazer massagens nos pés, nas mãos, pentear os cabelos uns dos outros, cortar unhas, enfim, cuidar um do outro é uma atitude de intimidade, de proximidade, que alivia as tensões e pode diluir mágoas e ressentimentos. Mas nunca proponha receber antes de dar. Proponha que o outro receba primeiro. Doe seu carinho, seu cuidado, seu afeto. Espere a resposta. Quando duas pessoas estão dispostas a fazer uma relação funcionar, dar certo, seguir adiante - e isso é fundamental para que um entendimento ocorra -, certamente o recebedor do afago e do cuidado se sentirá propenso a retribuir.
  • Prepare o velho e bom escalda pés. Quem é que não ficaria profundamente agradecido por receber um delicioso escalda pés ao chegar a casa após um estafante dia de trabalho? E não tem nada de complicado em preparar esse momento especial pra seu amor. Água quente, uns sais aromáticos, óleos essenciais ou simplesmente sal grosso farão maravilhas para promover relaxamento e descanso. Se há algo para ser resolvido, depois de um escalda pés isso será muito mais fácil.
  • Surpreenda sua cara metade. Planeje uma pequena viagem, compre ingressos pra um show ou peça teatral, reserve um restaurante diferente. Se há problemas financeiros, programe um passeio num parque. Faça algo que tire vocês dois da rotina.

Quando a conversa é realmente necessária

Embora as dicas acima possam ajudar a resolver uma boa parte dos conflitos presentes no dia-a-dia dos casamentos, há momentos em que não podemos escapar de uma boa conversa. E nessa hora alguns cuidados podem também ajudar a enfrentar as crises.

  • Se o problema é bem objetivo, relacionado a dinheiro, aquisições, dívidas ou trabalho, a conversa precisa ser objetiva. Tenha à mão lápis e papel, máquina de calcular, contas e o que mais for importante para que a conversa chegue a um resultado prático. Por exemplo, vocês podem definir quem arca com quais despesas, como vocês farão economia, onde ficará o dinheiro, quem assume a parcela do carro novo ou como vocês vão comprar uma casa. Coisas objetivas devem ser escritas. Quem é por natureza objetivo vai se sentir seguro e quem é por natureza subjetivo vai poder recorrer a um papel para se lembrar do que foi combinado.
  • Se o problema é de ordem emocional, relacionado à família do outro, relação com a sogra, ex-marido ou ex-mulher e filhos de um outro relacionamento, o cuidado deve ser redobrado. Procure não dizer nada do que possa se arrepender mais tarde e, para isso, pense antes de falar. Reflita: Quais são seus argumentos? Eles são lógicos ou estão baseados em mágoas? O que você tem a dizer pode ser dito de uma maneira que não magoe o outro? Nunca tenha essa conversa num momento em que esteja com raiva ou irritado. Mas também certifique-se de que não ficará com nada importante "entalado" na garganta. Você tem que descobrir uma maneira de falar ao parceiro tudo aquilo que é fundamental para você.
  • Se é um problema de ordem sexual, de ciúmes, de carência, algo ligado especificamente a vocês dois, vale ainda mais a dica anterior. Pense no que vai dizer, mas descubra uma maneira de expor tudo o que é importante para você. Prepare o encontro, mas tenha flexibilidade de não tocar no assunto (mesmo que tenha seu discurso preparado!) se naquele dia sua cara metade perdeu uma pessoa querida, foi despedido ou ficou preso num congestionamento recorde. Ou ainda se foi um dia "daqueles" para você. Se ocorrer no momento adequado, a conversa poderá surtir bons resultados.

Viver e resolver crises no casamento pode não ser uma tarefa fácil, mas difícil também não é. Uma boa dose de paciência, persistência e cuidado farão com que vocês sintam uma crise como mais uma pedrinha no caminho que foi contornada ou que passaram por cima.

Autora: KATIA LEITE

Fonte: http://entretenimento.br.msn.com/astrologia/como-lidar-com-crises-na-vida-a-dois?wa=wsignin1.0

Vale muito a pena, conquistar todo dia a mesma mulher, a mulher amada!


Outra bela música Bon Jovi Bon "Misunderstood" tire suas própria conclusões! Às vezes não somos compreendidos!




Misunderstood

Should I? Could I?
Have said the wrong things right a thousand times
If I could just rewind, I see it in my mind
If I could turn back time, you'd still be mine
You cried, I died
I should've shut my mouth, things headed south
As the words slipped off my tongue, they sounded dumb
If this old heart could talk, it'd say you're the one
I'm wasting time when I think about it

(Chorus)
I should've drove all night,
I would've run all the lights
I was misunderstood
I stumbled like my words,
Did the best I could
Damn! Misunderstood.

Could I? Should I?
Apologize for sleeping on the couch that night
Staying out too late with all my friends
You found me passed out in the yard again
You cried, I tried
To stretch the truth, but didn't lie
It's not so bad when you think about it

(Chorus)
I should've drove all night,
I would've run all the lights
I was misunderstood
I stumbled like my words,
Did the best I could
I'm hanging outside your door
I've been here before, misunderstood
I stumbled like my words,
Did the best I could
Damn! Misunderstood
Intentions good!

(Guitar Solo)

It's you and I, just think about it...

(Chorus)
I should've drove all night,
I would've run all the lights
I was misunderstood
I stumbled like my words,
Did the best I could
I'm hanging outside your door
I've been here before, misunderstood
I stumbled like my words,
Did the best I could
Damn! Misunderstood
Intentions good!

Inconpreendido

Eu deveria? Eu poderia?
Ter falado as coisas erradas certas mil vezes
Se eu pudesse rebobinar eu veria em minha mente
Se eu pudesse voltar no tempo, você ainda seria minha
Você chorou, eu morri
Eu deveria ter fechado minha boca, as coisas pioraram
Como se as palavras escorregassem pela minha língua, soaram estúpidas
Se esse velho coração pudesse falar, diria que você é a única
Estou desperdiçando tempo quando penso sobre isso

(Refrão)
Eu deveria ter dirigido a noite toda
Eu teria ultrapassado todos os sinais
Eu fui incompreendido
Eu tropecei como minhas palavras
Fiz o melhor que eu pude
Droga! Incompreendido

Eu poderia? Eu deveria?
Me desculpe por dormir no sofá aquela noite
Ficando fora até tarde com todos os meus amigos
Você me achou desmaiado no quintal de novo
Você chorou, eu tentei
Distorcer a verdade, mas não menti
Não é tão ruim quando você pensa sobre isso

(Refrão)
Eu deveria ter dirigido a noite toda
Eu teria ultrapassado todos os sinais
Eu fui incompreendido
Eu tropecei como minhas palavras
Fiz o melhor que eu pude
Droga! Incompreendido
Boas intenções!
Eu tropecei como minhas palavras
Fiz o melhor que eu pude
Droga! Incompreendido


(Solo de Guitarra)

É você e eu, só pense sobre isso...

(Refrão)
Eu deveria ter dirigido a noite toda
Eu teria ultrapassado todos os sinais
Eu fui incompreendido
Eu tropecei como minhas palavras
Fiz o melhor que eu pude
Eu estou parado do lado de fora da sua porta
Eu já estive aqui antes, incompreendido
Eu tropecei como minhas palavras
Fiz o melhor que pude
Droga! Incompreendido
Boas intenções!

Galera segue um clip da música do Bon Jovi "All About Lovin' You" muito linda, espero que gostem!



All About Lovin' You

Looking at the pages of my life
Faded memories of me and you
Mistakes you know I've made a few
I took some shots and fell from time to time

Baby, you were there to pull me through
We've been around the block a time or two
I'm gonna lay it on the line
Ask me how we've come this far
The answer's written in my eyes

[Chorus]
Every time I look at you, baby, I see something new
That takes me higher than before and makes me want you more
I don't wanna sleep tonight, dreamin's just a waste of time
When I look at what my life's been comin' to
I'm all about lovin' you

I've lived, I've loved, I've lost, I've paid some dues, baby
We've been to hell and back again
Through it all you're always my best friend
For all the words I didn't say and all the things I didn't do
Tonight I'm gonna find a way

[Chorus]
Every time I look at you, baby, I see something new
That takes me higher than before and makes me want you more
I don't wanna sleep tonight, dreamin's just a waste of time
When I look at what my life's been comin' to
I'm all about lovin' you

You can take this world away
You're everything I am
Just read the lines upon my face
I'm all about lovin' you

[Guitar Solo]
(All about, all about, all about Lovin' you)

[Chorus]
Every time I look at you, baby, I see something new
That takes me higher than before and makes me want you more
I don't wanna sleep tonight, dreamin's just a waste of time
When I look at what my life's been comin' to
I'm all about lovin' you
All about lovin' you.

Tudo Se Resume A Amar Você

Olhando para as páginas da minha vida
Tenho lembranças de você e eu
Alguns erros que você sabe que cometi
Arrisquei algumas coisas, caí de tempos em tempos...

Querida,você estava lá pra me ajudar a superar
Já estivemos por aqui algumas vezes
Vou deixar tudo bem claro
Me pergunte como chegamos tão longe
A resposta está escrita em meus olhos.
[Refrão]
Toda vez que olho para você, vejo algo novo
Que me deixa mais animado do que antes e me faz te querer mais
Não quero dormir essa noite, sonhar é uma perda de tempo
Quando olho o que a vida vem se tornando
Tudo se resume a amar você.

Já vivi, já amei, já perdi, já paguei dívidas
Já estive no inferno e voltei
E dentre tudo isso você sempre foi minha melhor amiga
Por todas as palavras que eu não disse e todas as coisas que eu não fiz
Hoje vou encontrar um jeito.

Refrão
Toda vez que olho para você, vejo algo novo
Que me deixa mais animado do que antes e me faz te querer mais
Não quero dormir essa noite, sonhar é uma perda de tempo
Quando olho o que a vida vem se tornando
Tudo se resume a amar você.

Você pode acabar com o mundo todo
Você é tudo que eu sou
Somente olhe para minha cara
Tudo se resume a amar você.

[Solo de Guitarra]
Tudo se resume a amar você

Toda vez que olho para você, vejo algo novo
Que me deixa mais animado do que antes e
me faz te querer mais
Não quero dormir essa noite, sonhar é uma perda de tempo

Quando olho o que a vida vem se tornando
Tudo se resume a amar você.
Tudo se resume a amar você.

Como ontem à noite não consegui dormir por causa desse inseto, resolvi colocar esse vídeo ai!


‘Bíblia’ de grã-finos dá 39 dicas para jovem ter êxito na vida



Uma revista britânica publicou uma lista com 39 itens que todo jovem deve saber para conseguir maior aceitação social e levar uma vida mais “completa”, muitas das quais bastante inusitadas, mas que refletem valores da elite rural britânica.

Entre os itens mencionados pelaCountry Life, tida como uma espécie de ”bíblia” da classe alta estão ”saber discernir entre um Sauvignon Blanc e um Chardonnay”, ”saber diferenciar as arquiteturas gótica, barroca e paladiana”, ”demonstrar familiaridade com ao menos uma obra de Da Vinci, Constable, Degas, Turner e Canaletto” e ainda ”manejar uma espingarda, tirar a pele de um coelho, limpar um peixe e depenar um pombo”.

A publicação celebra a vida no campo e trata de propriedades de luxo e hábitos e costumes de proprietários de imóveis nas áreas rurais da Grã-Bretanha. Entre os temas de destaque estão tópicos como montaria, caça, pesca e jardinagem.

De acordo com a publicação, ”ainda que uma educação formal seja vital, nós sentimos que há muito mais que um jovem precisa saber para passar pela sua faixa dos 20 anos e para seguir com a vida”.

Rupert Uloth, subeditor da revista, disse, em entrevista à BBC, que as recomendações publicadas na Country Life são válidas para os jovens de hoje em dia em todo o mundo.

”Os conselhos têm uma relevância internacional porque as aspirações dos jovens são as mesmas em todo o mundo. Estes conselhos oferecem uma melhor oportunidade de êxito na vida porque os preparam para enfrentar as necessidades do século 21”, disse Uloth.

Confira, a seguir, os 39 passos da revista Country Life:

  1. Poder cozinhar um jantar com três itens
  2. Saber dizer ”você pode me ajudar, por favor” em outros idiomas além do inglês, como árabe, cantonês, urdu, espanhol e russo
  3. Tocar um instrumento musical, mesmo que seja apenas tambor ou gaita
  4. Montar a cavalo de forma adequada
  5. Ser capaz de dominar os mais recentes artefatos tecnológicos
  6. Conversar sobre cinco obras clássicas da literatura inglesa com autoridade e paixão
  7. Realizar ressuscitação de alguém que parou de respirar
  8. Aprender a cultivar cenouras, identificar cinco árvores nativas e 20 flores e saber fazer um buquê
  9. Manejar uma espingarda, tirar a pele de um coelho, limpar um peixe e depenar um pombo
  10. Consertar um pneu furado de bicicleta e a corrente
  11. Poder dançar uma dança folclórica, uma valsa de Strauss e uma música de Lady Gaga
  12. Saber discernir entre um Sauvignon Blanc e um Chardonnay e saber preparar um mojito ou uma margarita
  13. Escrever um carta de agradecimentos memorável
  14. Reconhecer músicas de Mozart, Elgar e Handel
  15. Montar uma estante e consertar uma tomada
  16. Fazer o nó de uma gravata borboleta e dois diferentes laços de gravata
  17. Conduzir um barco através do Solent (o estreito que separa a Inglaterra da Ilha de Wight)
  18. Saber cortar um pedaço de carne
  19. Saber diferenciar as arquiteturas gótica, barroca e paladiana
  20. Fazer um discurso, entreter uma palestra com um piada ou história e saber cantar pelo menos duas canções de memória
  21. Dirigir um trator, dar marcha-ré em um trailer, trocar o óleo e trocar um pneu
  22. Saber se orientar em pelo menos cinco grandes cidades
  23. Ser anfitrião de uma festa e fazer com que todos os convidados se sintam à vontade
  24. Ser capaz de devolver dez bolas seguidas jogando tênis
  25. Saber fazer fogo e montar uma fogueira
  26. Conhecer três bons truques com cartas
  27. Identificar cinco constelações e saber distinguir a Estrela Polar
  28. Manter a pontuação em uma partida de críquete
  29. Falar com conhecimento de cinco marcos da Grã-Bretanha
  30. Saber abrir e servir uma garrafa de champanha
  31. Passar uma camisa, coser um botão e costurar uma bainha
  32. Entreter crianças pequenas por pelo menos uma hora com truques de mágica e histórias
  33. Saber ler um mapa, montar uma barraca e empacotar uma mochila
  34. Demonstrar familiaridade com ao menos uma obra de da Vinci, Constable, Degas, Turner e Canaletto
  35. Controlar uma conta bancária
  36. Escapar de uma briga em um estádio de futebol
  37. Como se dirigir a um membro da família real
  38. Reclamar de forma eficaz, mas educadamente em um restaurante
  39. Realizar o parto de um cordeiro



É incrível nossa incapacidade de agradecermos o que temos. Reclamava eu hoje, sobre alguns problemas, quando fui deparado com uma senhora na cadeira de roda, perguntei: -Quer ajuda moça? Ela olhou assim, penso eu, não acreditando, e me disse: Sim, eu aceito! E eu percebi uma coisa, em todo o trajeto, ela cantava. Não estava preocupada com sua situação, e sim estava feliz.
No dia anterior, esta conversando com alguns colegas e vimos três cegos e por incrível que pareça, um cego estava guiando os outros dois. E o local em que eles caminhavam não era tão regular assim. E podemos ver que aquele ditado, de mau gosto, que "UM CEGO GUIANDO OUTRO CEGO", nessa situação não se empregava. Ficamos admirados, com tamanha habilidade.
Aquilo foi um banho de água fria pra mim. Pensando bem, eu com meus problemas, eu consigo andar sem depender dos outros, tenho ótima visão.
Na bíblia está escrito que em tudo temos que dar graças, mas só vemos o nosso problema, mais uma prova do nosso egoísmo inconsciente.
Criei uma frase em que diz: "Já me conformei, nem tudo que eu quero eu vou conseguir. Melhor assim, pois quem sabe esse tudo não me mudaria?" Ter tudo pode significar ter nada, agradeça o tem, valorize o que é seu. O resto agente conquista.
Então perdoe-me às vezes em que fui fraco e reclamei em sua frente, tentarei melhorar. As coisas estão difíceis? Olhe para o lado, tem alguém muito pior que você.
Encerro aqui, pedindo a você que leu este texto, seja grato em tudo, reclame nada.


Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.
Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é...Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é... Respeito.
Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.
Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a... Humildade.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!!!

charlin chaplin


Aquele que conhece o outro é sábio.

Aquele que conhece a si mesmo é iluminado.
Aquele que vence o outro é forte.
Aquele que vence a si mesmo é poderoso.
Aquele que conhece a alegria é rico.
Aquele que conserva o seu caminho tem vontade.

Seja humilde, e permanecerás íntegro.
Curva-te, e permanecerás ereto.
Esvazia-te, e permanecerás repleto.
Gaste-se, e permanecerás novo.

O sábio não se exibe, e por isso brilha.
Ele se faz notar, e por isso é notado.
Ele não se elogia, e por isso é notado.
E, porque não está competindo,
ninguém no mundo pode competir com ele.

(Lao Tsé - Tao Te Ching - verso 22)

Pessoal venho escrever sobre um problema que é pouco conhecido e está acontecendo comigo. Estou com o chamado CISTO PILONIDAL. Tem sido dias muito difíceis, pois já fiz uma cirurgia passei quase dois meses em casa e quando foi agora o problema retornou. São muitos os constrangimentos, como: estou andando na moto de lado, não posso ficar muito tempo sentando, etc, etc... Mas quero alertar as pessoas que tem, para não terem vergonha e nos unir-mos para ajudar-mos um ao outro. Irei colocar uma pequena explicação e uns links que servirão de apoio.
O que é?

Cisto pilonidal é o nome específico que se dá para o mais comum dos cistos dermóides, quando ele se localiza na região sacral (abaixo da região lombar, onde se inicia o sulco entre as nádegas). Cistos dermóides podem estar presentes também em outras áreas, além da região sacral, tais como o pescoço, regiões em torno das orelhas, nariz e olhos, mas não recebem o nome de cisto pilonidal.

Apesar do nome nos fazer crer se tratar de um cisto, na verdade ele não é um cisto verdadeiro e sim um resquício embrionário de pele. Durante o desenvolvimento do embrião, na barriga da mãe, formam-se "dobras" de pele que são normalmente eliminadas. Algumas destas "dobras" podem permanecer ocultas no interior da pele. São denominadas fendas embrionárias e, quando são grandes o suficiente para inflamarem ou serem notadas a olho nu, recebem o nome de cisto dermóide.

Normalmente o cisto pilonidal contém em seu interior pêlos e glândulas sebáceas e sudoríparas. Provavelmente é a presença destas glândulas sudoríparas que faz com que a lesão piore com o calor. Isto porque com o aumento da temperatura no local elas produzem suor, que fica acumulado dentro da pele, podendo inflamar e até infeccionar.

Manifestações clínicas

Normalmente os primeiros sintomas surgem na adolescência ou no início da idade adulta. A doença se inicia como uma inflamação na região sacral. Surge desconforto na região, principalmente quando permanecemos muito tempo sentados. Com a evolução, percebe-se uma lesão nodular, que geralmente varia de 1 a 5 cm, de consistência amolecida e que pode ter sinais inflamatórios, como dor, calor e vermelhidão.

O calor, calças apertadas e o atrito nesta região são importantes causas para o surgimento da inflamação, tanto que na segunda guerra mundial o cisto pilonidal era chamado de doença do Jeep, porque os soldados que permaneciam por horas e horas sentados nos Jeeps sofriam constantemente deste problema (calor, muito tempo sentados e o atrito constante).

Tratamento

Tradicionalmente, os cistos dermóides, bem como o cisto pilonidal, são removidos cirurgicamente e deixados para cicatrizar por segunda intenção, método utilizado para o tratamento cirúrgico de lesões infectadas (a ferida fica aberta, não recebe pontos e cicatrizando de "fora para dentro").

Atualmente, devido a um maior conhecimento de sua verdadeira origem, eles são removidos cirurgicamente e fechados também cirurgicamente, o que em muito facilita a vida dos pacientes, que tem uma rápida e tranqüila cicatrização. Entretanto, o fechamento cirúrgico só pode ser realizado se o cisto não estiver inflamado. Logo, o momento ideal para a cirurgia é quando a lesão está silenciosa, sem incomodar.

Quando ela encontra-se inflamada, o melhor é procurar um dermatologista para reverter este processo (usualmente com antibióticos e drenagem, se houver pus) e, posteriormente, agendar sua cirurgia ou encaminhá-lo a um cirurgião dermatológico.



Vou deixar um link para a comunidade no orkut
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=1831452

E alguns vídeos...


Não se assustem. Deus os abnçõe.

About this blog

Total de visualizações de página

Tecnologia do Blogger.

Contributors

Minha foto
Gálber Santos
"Pensar um pensamento impensado, leva-nos a pensar que pensamos." Sou uma pessoa feliz. Vivo com pessoas que amo, tenho uma noiva linda, uma familia maravilhosa, toco na banda Krono 7 e tenho um Deus que sempre está comigo!
Visualizar meu perfil completo

Followers

Archives